Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Sexo Anonimo: O primeiro pau eu chupei no meio da rua

Sou de Goiania, tenho 40 anos. Sou branco 1,82, 80kg, magro, bundinha empinada, redondinha, durinha. Podem olhar as fotos no meu perfil. Fazia tempo que eu teclava em chats e tinha alguns carinhas no meu skype que eu mantinha contato, mas nunca tinha tido coragem de me encontrar com nenhum. Eu sou casado e morro de medo de alguém descobrir que gosto de pau.

Um desses caras eu já teclava a algum tempo e já tinha visto o pau dele na webcam. Muito bonito o pau dele, rosado, de dar água na boca. Numa noite, eu estava sozinho e ele entrou no Skype. Já era tarde da noite e ele, novamente, me chamou pra encontrarmos. A gente morava no mesmo bairro. Na época eu morava no setor Bela vista. O problema é que não tínhamos local, mas aquele dia eu tava muito excitado e acabamos combinando de encontrar no meio da rua mesmo, ambos estávamos a pé. Combinado o local desci e fui me encontrar com ele. Cheguei lá meio sem graça, mas com o tesão a mil.

Começamos a andar pelas ruinhas da vizinhança procurando uma menos movimentada e mais escurinha. Achamos um cantinho escuro. Eu perguntei pra ele: -Seu pau tá duro? ele disse: -Duro demais. -Posso ver? -Sim. Ele tava de bermuda, abaixou a bermuda e tirou o pau pra fora, não deu pra ver muito bem porque tava escuro. -Posso segurar ele? -Sim. Peguei delicadamente no pau dele. Tava quentinho, macio, bem duro, a pele tava cobrindo todo o pau. -Que delícia. Eu disse. -Posso dar um beijinho nele? -Você pode fazer o que quiser. Arregacei ele bem, expondo bem a cabeça do pau dele. Meus olhos já tinham acostumado com a luz e já enxergava melhor o pau dele. Coloquei a cabeça na boca. Ele tava cheiroso, perfumado.

Comecei a chupar, enfiar na boca, as vezes encostava na minha garganta o que fazia eu salivar, babando no pau dele. Eu tava amando. No meio da rua, chupando um pau lindo, delicioso. Olhei pra ele e perguntei: -To chupando direitinho? Tá gostoso? Ele disse: -Tá muito gostoso. -Só não pode gozar na minha boca, tá? -Tá. Pegou minha cabeça e enfiou o pau. Tirei o pau dele da boca e perguntei: -Você quer ver minha bunda?

-Quero. Fiquei em pé, de costas pra ele, abaixei minha calça. Ele pegou na minha bunda, cada toque me arrepiava. Eu tava com muito tesão e me sentindo uma puta. Tava adorando. Ele me encoxou. Senti aquele pau gostoso no meio do meu reguinho. Que delícia. Ele falou que queria me comer, mas lá, em pé, era muito complicado. Principalmente porque eu nunca tinha dado. Me abaixei de novo e voltei a chupar ele. Ele pegou minha cabeça e tirou o pau da minha boca, eu perguntei: -O que foi? -To quase gozando. Ele começou a punhetar, tirei a mão dele. -Deixa que eu faço isso. Peguei no pau dele e fiquei só punhetando, olhando pra ver a porra saindo. Logo ele começou a ejacular, com jatos fortes. Foi maravilhoso. Não pensei que conseguiria fazer o cara gozar tão fácil. Devo ter chupado direitinho. Ou talvez fosse a excitação do momento e do lugar.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/disponivel.com/Alexandrepuppy



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente