Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Sexo Anonimo: Relação proibida

Tudo começou quando fiz uma mudança de uma cidade grande para o interior. Já habituado em cidade grande fiquei perdido mesmo a cidade pequena me achava neutro escondido de tudo e de todos.

Tudo começou a mudar em minha vida quando resolvi dar um pequeno passeio ao redor da cidade um lugar meio insolado e de difícil aceso. Meus pensamentos totalmente vazio pois eu tentava esquecer as decepções que tinha passado por um caso amoroso rompido a poucos meses.

Foi naquele passeio que infelizmente conheci um rapaz que cavalgava em seu cavalo em direção a mim me pedindo uma informação esfarrapada. Sem saber o que responder ele desceu do cavalo e resolveu caminha a pe comigo até o arceiro de um pequeno matagal. Não demorou muito fui cantado por ele e aceitei ser abraçado e beijado pelo dito cujo.

Por ter passado as decepções que passei anteriormente me deixei levar pelos carinhos e beijos daquele rapaz.quando me dei de conta ja estava deitado com ele em um gramado verde rolando de um lado pra outro recebendo seus carinhos.

Ai me entreguei de corpo e alma sentindo ele me penetrar perfeitamente sem que eu pudesse me defender. Me iludi com sua beleza com suas pernas grosas e torneadas com seus peitoscabeludos e pontudos os quais me davam tesao ao chupá-los. Senti quando aquela pouca grosa e bonita cabeçuda me penetrava ardentemente dentro de meu cuzinho apertado, o qual eu sentia aquela dor gostosa me rasgando todo.rolamos horas e horas nas gozadas e sarros e com os corpos quentes fazíamos amor sem parar.

Passou-se aquele dia segui para casa aliviado e mais uma vez não sabia que estava iludido com uma pessoa casado. Passou-se semanas quando me deparei com uma surpresa do mesmo em minha casa a me procurar. Não aceitei abri a porta e abraçando e o beijando me derretia em seus braços.

Ele me parecia cada vez mais apaixonado por mim assim como eu por ele. Fomos ao banho do banho ao quarto e a cama. Eu apreciava aquela pica grande e grosa cabeçuda a qual chupei de tanta tesao sentindo aquela baba fina saindo da cabeça de rola gostosa entrando e saído de minha boca. Fui penetrado gostoso sentindo aquela pica a me rasgar de dentro para fora.fomos ate a noite a dentro fazendo amor e sarrando, gozamos como loucos até ao amanhecer do dia.

Ai ao amanhece ele se declarou a ser casado me assustei e chorei achando que ia perde-lo. Mas em fim não nos separamos até hoje e até hoje fazemos amor um dia sim outro não e eu desfruto da rola gostosa do homem casado pirocudo e bundudo o qual experimentei daquela bunda e aquele cuzinho que até em pensar fico todo babado.

Sou feliz. Não troco meu amante casado por outro qualquer.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente