Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Sexo Anonimo: Dois ativos para um passivo

Eu estava numa sala de pate papo quando conheci Arnaldo (nome fictício) e disse que tinha muita vontade de estar com dois machos ativos, porque gostava muito de ser passivo. Depois de trocarmos informações e nos conhecermos melhor marcamos um encontro, onde ele me disse que iria realizar meu desejo.

Quando cheguei no local marcado, apto do Arnaldo encontrei dois homens de meia idade, estatura média, porém elegantes. Vou chamar o segundo de Rui.

Para descontrair o ambiente e nos deixarmos bem a vontade Arnaldo nos ofereceu um drinque, conversamos sobre o nosso encontro e fomos tomar um banho.

Rui me disse: será que você irá aguentar nós dois? Eu disse que achava que sim, desde que fossem com carinho. No banho percebi porque Rui tinha feito aquela pergunta, reparei que o dois eram bem dotados e fiquei meio receoso. No quarto eles me pediram para chupar os dois o que fiz com maestria e ganhei vários elogios, quando percebi eu estava chupando o Rui que tinha uma rola deliciosa, grande e grossa e o Arnaldo estava enfiando sua língua no meu cuzinho que piscava de tesão, após algum tempo assim senti que iria ser comido, Arnaldo colocou uma camisinha, lubrificou bem meu cuzinho e foi me penetrando bem devagar. Que delicia era me sentir penetrado por trás e pela boca.

Demorei um pouco para me acostumar com a rola de Arnaldo que também era um pouco grande, porém me soltei todo e curti aquele momento.depois de algum tempo que Arnaldo me fodia gostoso eles quiseram trocar e aí eu tive que sentir aquele rolão me arrombar que até virei os olhos, mas Rui foi com cuidado e carinhoso deixando que eu me acostumasse com o volume. Quando percebi eu estava gemendo feito uma fêmea com duas deliciosas rolas me fodendo, pareciam que não tinham trégua, até que anunciaram que iriam gozar, Arnaldo que eu estava chupando gozou na minha cara que escorreu pela minha boca e Rui tirou a camisinha e gozou nas minhas nádegas, fiquei todo melado e arrombado, que delicia... Eu nem precisei me masturbar pois estava todo gozado de tanta excitação. Não preciso nem falar que fizemos um segundo tempo bem melhor.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/pollapolla69



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente