Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Sexo Anonimo: No Cinema com Tiozão

Sempre gostei de frequentar cinemão no Centro de São Paulo e todas as vezes que vou lá apronto pra caramba. Sou um cara guloso e adoro uma rola grande e grossa atolada no meu rabo.

Após circular por todos os cantos do cinema, dei de cara com um tiozão que era um verdadeiro tesão. Ficamos naquela troca de olhares até ele me convidar pra entrar no banheiro. Trocamos umas ideias e em seguida já fui abaixando para fazer um gostoso boquete.

Comecei a chupar aquela tora que ficou rapidamente dura na minha boca. Depois de tanto chupar aquele cacete gostoso, ele pediu para eu empinar a bunda, pois queria fazer um cunete. Ele foi cuspindo num dedo e abrindo caminho no meu cu.

Os dedos do tiozão era tão grosso que pareciam uma rola. Quando ele enfiou três e bombou eu comecei a ficar com tesão no cu. Ele deu uma chupada tão gostosa que fiquei com o cu piscando pedindo rola. Falei pra ele colocar uma camisinha na sua vara grossa e enfiar no meu cu.

Ele veio com aquela jeba enorme, encostou a cabeça no meu buraco e ficou laciando meu cu guloso. Quando a rola entrou, eu vi estrelas, parecia que tava sendo partido ao meio, mas mesmo assim, arreganhei meu cu com as duas mãos pra seu pauzão entrar ainda mais. Quando enfiei minha mão pra conferir se faltava alguma coisa pra entrar, já estava tudo dentro, a sensação era de vitória.

Ele começou a bombar, sua rola parecia que estava me rasgando todo. Tirei o cacetão do cu pra aliviar a dor, e comecei a peidar de tão frouxo que já estava por ele ter atolado tudo e com muita força. Ele sentou no vaso e me mandou cavalgar no seu pau, eu nem estava acreditando que tinha aguentado seus 23 cm no cu. Fui sentando devagar, em instantes já estava com a pica toda atolada no rabo, a dor era tão lancinante que comecei a peidar de novo. Peidei tanto no pau do tiozão que acabei cagando, me causando um certo constrangimento.

Ele tirou o pau do meu cu e mostrou a camisinha toda suja de merda me deixando mais constrangido ainda. Depois de ter trocado a camisinha, enfiou novamente no meu rabo, bombando de forma tão frenética que sujei de novo a camisinha de merda. Ele trocou de novo a camisinha e voltou a atolar no meu cu arregaçado, falando que adorava fazer macho cagar no seu pau.

3Já estava me sentindo desconfortável com aquele cacetão grosso enfiado no meu cu. Eu não tinha mais controle das minhas pregas, ele socava com tanta força que a única coisa que eu sabia fazer era peidar. Queria que ele gozasse logo, pois não estava mais aguentando aquela tora no cu. Quando ele anunciou que ia gozar, fiquei tão relaxado que acabei cagando outra vez. Ele gozou absurdamente na camisinha que quase escorre porra dentro do meu cu.

Voltei pra casa com o rabo tão arrombado que fiquei dias sem sentar direito. Mais pra quem curte pauzão grosso no cu tudo isso faz parte do show. Já estou marcando minha próxima ida nesse cinemão que adoro.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente