Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Sexo Anonimo: Ele pegou o que quis

Eu estava distraído, nem vi aquela coisa chegar e ficar parada atrás de mim, observando o quadro, arte nunca pareceu coisa de ogros, eu não sei nada do assunto, nem achava que aquele grandão poderia saber, mas ele sabia e passou a dizer que o autor da obra era um pervertido sexual, que devorava meninos, uau.

Já fui um menino devorado, faz tempo, sorri e ele também, andei e ele me seguiu, disfarcei e ele também, fui ao banheiro e ele me seguiu. Puxei minha calça enquanto fazia pipi, atolando e marcando o rego, o tesão tomou conta de mim, ouvi o sussurro de que ele estaria no carro x, na rua ao lado, uma van insufilmada.

Fui até lá, e ele já estava nu dentro do carro, um membro enorme, algo sensacional, fora das expectativas. Eu tremi e tremi mas entrei e já me despi sem pudores, ele me puxou contra aquele corpo forte, musculoso, peludo e grande, muito grande e forte, muito forte, e me beijou, sugou minha boca, lambeu meu pescoço, apertou meu corpo contra o dele, fiquei mole.

Facilitei, deixei acontecer e fui dominado, cedi para aquele macho, que me mostrava que eu seria sua fêmea, não discordei, aceitei, deixei, e quis e topei, chupei, e dei pra ele, rebolei e gozei, fui dominado totalmente, e tive sexo, dei sexo, fiz sexo, ganhei sexo, trepei e me virei, deixei e quis aqueles músculos, aquele corpo, aquele cara grandão, não conseguia dizer não, não queria dizer não, não disse não, queria mais, quero mais, não ter com fugir é bom.

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente