Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Sexo Anonimo: Uma noite inesperada de prazer

O que vou contar a vocês, é um conto verídico e para me preservar, não darei nome aos bois.

Primeiramente, vou dizer o "meu perfil": moreno, olhos castanhos, cabelos crespos e castanhos, poucos pelos no corpo, sou bi, tenho 1.76 de altura, 75 kg, hoje tenho 29, mas o acontecido ocorreu aos 27, sou uma pessoa tímida, porém extrovertido.

"Perfil da pessoa": moreno, alto, magro, lindo, educado, corpo lisinho e muito comunicativo.

Bom! Agora começarei a contar: Estava eu e mais algumas amizades na cidade onde moro, saímos para tomarmos uma cervejinha e jogar conversa fora, no decorrer da noite decidimos ir a uma boate, chegando lá estava vazio demais, mas como estávamos a fim de aproveitar a noite decidimos entrar assim mesmo. Mas, com o passar das horas a boate lotou.

Ao adentrarmos a boate, já tinha um pessoal que não conhecíamos, pois somos de uma cidade do interior. Apesar de ser uma cidade universitária e como todos sabem cidade pequena todo mundo conhece quase todos. Mas, bom! Voltando ao assunto, assim que entramos na boate conhecemos uma turminha que ali estava, conversamos bastante e nos divertimos até que dei ponto de ir embora. Despedi dos amigos e do pessoal que conhecemos, saindo de lá percebo que um dos rapazes também tinha saído.

Eu: está indo onde?

Rapaz: estou indo embora também!

Eu: não está gostando da festa?

Rapaz: sim! Mas estou cansado, vou embora descansar porque amanhã irei em uma cachoeira.

Eu: tem muitas cachoeiras bonitas aqui. Você está ficando onde?

Rapaz: estou em uma pousada.

Eu: mas essa pousada fica pro outro lado, onde está indo antes?

Rapaz: vou te acompanhar até mais a frente, a conversa tá boa.

Eu: vai saber voltar?

Rapaz: não esquenta com isso não.

Conversa vai, conversa vem percebi que o rapaz já estava quase perto de minha casa, daí perguntei se ele não iria voltar e para minha surpresa ele disse que me traria em casa. Bom! Deixei, mas deixei porque estava só neste dia, chegando a minha casa, o convidei para entrar, ai sim percebi o interesse dele.

Até que gostei da iniciativa do rapaz, depois de conversarmos bastante, começamos a nos beijar e trocar caricia. Levei-o para o meu quarto, mas antes disse que seria minha primeira vez com um homem, o rapaz foi extremamente carinhoso, tiramos a roupa e tivemos uma preliminar deliciosa, mamei como nunca aquele delicioso membro, devia ter por volta de uns 19 cm, não muito grosso, mas não muito fino também.

Virei de costas e pedi que fizesse de mim a pessoa mais feliz do mundo, peguei o preservativo e um creme para ajudar na penetração, doeu pra caramba, mas com o carinho e paciência do rapaz a dor passou a ser de total prazer, foi gostoso demais aquelas estocadas, ele gemia como se nunca tivesse feito aquilo.

Terminamos a nossa transa em delicioso banho regado de muito carinho e caricias, assim foi a minha primeira noite de prazer. Depois desta transa maravilhosa me entreguei mais uma vez, no carnaval deste ano, mas essa eu os cantarei em uma outra oportunidade, só vos digo que foi a segunda noite de prazer, quem sabe você será o terceiro em minha vida. Beijos galera!

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/Misturado



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

12/07/2016 17:48:58 - Belo conto bjs...

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente