Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Sexo Anonimo: O Fotógrafo Pauzudo

Olá galera! Volto aqui relatar mais uma de minhas aventuras por essa ilha maravilhosa. Bom, tudo começou quando uma amiga minha me convidou pra ir a praia, como estava no verão, um calor que tornava o dia perfeito para isso. Como a praia era relativamente perto de casa, fomos andando, conversando. Chegando la, estava lotada, muita gente, alta temporada bomba aqui em Floripa.

Muitos machos deliciosos de sunga, exibindo seus corpos trabalhados e seus volumes que dão água na boca, um paraíso pra qualquer admirador de beleza masculina, algo comum, pois sem dúvida 90% dos caras que vêm pra Floripa nessa época do ano, vêm pras festas GLS e pegação mesmo.

Ficamos pela praia por volta de duas horas, então resolvemos ir a um barzinho que havia lá beber alguma coisa, quando estávamos quase chegando, eis que encontramos um amigo dessa minha amiga, Marcos, um moreno claro de 185,28 anos, corpo trabalhado, com uma tatuagem que pegava o braço todo quase e de sunga branca, marcando aquele volume delicioso, mostrando praticamente o contorno daquele instrumento.

Ela nos apresentou, falou que era fotógrafo e que já haviam feito alguns ensaios. Ai ai tudo bem, conversamos um pouco, bebemos um pouco e na hora de ir embora ele nos ofereceu uma carona, como praia cansa, resolvemos aceitar. Minha amiga foi no banco da frente e eu na parte traseira, atrás do banco do motorista. No caminho eu percebo que ele me encarava muito pelo retrovisor, até então ela não tinha me falado que ele curtia, nem nada, então tinha ficado na minha. Alguns olhares dele depois eu comecei a retribuir, lógico, não iria perder um macho desses. Passados alguns minutos ele passa a mão na minha perna, por trás, não sei como minha amiga não viu.

Durante o caminho ele falou que estava com um cenário novo e se minha amiga não queria passar na casa dele pra ver e programar o próximo ensaio, que ela aceitou e claro, eu fui junto. Chegando lá, ele nos mostrou a casa, pegou um look e deu pra minha amiga se trocar. Enquanto ela estava no banheiro, ele veio por trás e descaradamente passou a mão na minha bunda. Eu so olhei pra ele com um sorriso safado, mas não falei nada. Como minha amiga estava com presa logo fomos embora, na hora de sair ele ficou na porta, ela foi na frente e quando eu fui passar por ele, aproveitei e dei uma bela pegada naquele instrumento e falei baixinho:

-Direitos são iguais.

Ele riu e nos deixou em casa. Até ai tudo bem, fiquei sonhando com aquele macho e lógico me masturbei imaginando o que faria com aquele pau. Passadas duas semanas, eis minha surpresa quando minha amiga me liga, dizendo que ia fazer o ensaio e se eu não poderia ir ajudá-los, já que o ajudante dele estava doente e não poderia ir. Na hora aceitei, não ia perder essa chance. Nos encontramos e chegamos no local: Oma cachoeira linda. Minha amiga já foi trocando de roupa e como tínhamos que entrar na água, ele ficou so de sunga, mas eu não tinha levado sunga, então ele me ofereceu uma sua reserva.

Pra me trocar ele ficou segurando um negócio que direciona luz do sol, não sei o nome, na minha frente. Quando tirei a cueca ele passou a mão na minha bunda, tudo sem minha amiga perceber. E foi assim, durante as quase duas horas de ensaio, ele passava por mim e apertava minha bunda e eu passava por ele e apertava seu malão. O tesão já estava a mil, várias vezes ficava de pau duro, mas dava um mergulho pra disfarçar e abaixar. Até que uma hora que ela foi se trocar, ele chegou por trás de mim, sarrando seu pau na minha bunda e falou na minha orelha:

-Quero te comer muleque.

Nossa, chegou a me dar um arrepio na espinha.

Algumas fotos depois, fomos pra casa. Deixamos minha amiga e com a desculpa de que ele ia me levar até em casa pra agradecer a ajuda, fomos. Só que não pra minha, para a dele. Chegando lá, mal entramos ele me agarra e me da aquele beijo de macho gostoso, com vontade, beijo que estava esperando a dias. Nos beijamos loucamente, então resolvo entrar no banho. Entro, fico me ensaboando de costas pro box, logo em seguida ele entra e me agarra por trás. Ai então pude sentir o tamanho daquela geba sarrando no meu rabo.

Sem perder tempo caio de boca em seu instrumento, chupava aquele pau como se fosse um sorvete, arrancando gemidos do meu macho. Tomamos banho rápido e de lá fomos direto pra cama. Pelados, ele me jogou na cama e deitou em cima de mim, me beijando e sarrando seu instrumento, então Marcos me vira de bruços pra ele e vai descendo sua linguá pelas minhas costas, até chegar no cuzinho, que a essa altura já piscava e muito.

Começou um cunete delicioso. Que lingua! Que chupada no cu. Fodia meu rabo com sua lingua quente. Após alguns minutos se deliciando com meu buraquinho, Marcos deita em cima de mim, e enquanto vai mordendo minha orelha, começa a sarrar o cabeção na entradinha. Aquele momento que arrepia tudo, que da vontade pedir pra ele enterrar até as bolas. Marcos fica brincando na portinha por alguns minutos:

-Nossa muleque que tesão de rabo você tem, quero te devorar todinho hoje;

-Isso meu gostoso, devora que sou todo seu:

Nessa altura sinto ele forçando, vou relaxando e sentindo seu pau aos poucos me invadindo, cada centímetro daquela rola de 21 cm entrando quente e pulsante no meu rabo já amaciado pela sua lingua. Ao poucos vou relaxando, mas como seu pau era realmente grosso, houve um pouco de resistência, mas o tesão falou mais alto e quando dei por mim, estava completamente preenchido por aquela macho.

Pra mim, bruços é a melhor posição, sentir o peso do macho em cima, empinar bem o rabo pra receber seu cacete e sentir ele atolando até as bolas é bom demais.

Quando Marcos percebeu que havia entrado tudo, começou um movimento de vai e vem, lento e gostoso, me fazendo acostumar com sua tora. Aos poucos ele foi aumentando o ritimo com estocadas firmes e fortes, que só me faziam gemer mais.

-Tá gostando da vara do teu macho putinho?

-To adorando esse pauzão. Vai fode esse cuzao guloso. Enterra esse pauzão.

Ao ouvir isso Marcos começou a bombar com mais vontade, eu sentia sua geba lá no fundo e empinava o rabo pra ele. Ficamos nisso por uns 10 minutos, quando sem tirar o pau de dentro ele me vira de ladinho, ergue minha perna e continua socando, eu totalmente entregue aquele homem gostoso, meu cuzinho já estava acostumado com seu pau, eu sentia aquele macho me possuindo gemendo alto, falando putarias no meu ouvido me fazendo me sentir sua puta.

Ficamos nessa posição um tempo e novamente Marcos me coloca de quatro e monta em cima de mim. Posição que o pau entra totalmente, não fica nada de fora, o macho tem uma sensação de domínio sobre o passivo, o que não deixa de ser verdade, pois a essa altura eu já estava totalmente entregue a ele.

Marcos me fodia como um cavalo, sabia que eu estava gostando pelos meus gemidos. Enterrava seu pauzão até eu sentir suas bolas pesadas batendo no meu rabo. Ficamos nessa posição mais uns 15 minutos e eu comecei a gozar sem tocar no pau, contraindo o rabo e apertando cada vez mais aquele pauzão, algo que deixou Marcos doido.

-Ahhh Moleque, assim eu não vou me segurar:

Então Marcos tira o pau de dentro, fica em pé na minha frente e me coloca pra chupar aquele cacetão, em pouco tempo percebo meu macho ofegando, então ele tira o pau e começa a gozar na minha cara. Nossa, que delicia sentir porra quente de macho satisfeito na cara, me fez sentir sua puta completa. Quanta porra ele tinha naquele pau, foram vários jatos lavando meu rosto, que chegou a escorrer pelo corpo. Não satisfeito ainda me fez chupar seu pau e deixar limpinho, algo que fiz com maior prazer. Exaustos caímos no sono e só acordamos a noite com minha amiga me ligando. Mas a noite estava apenas começando...

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/m22floripa



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

26/08/2016 17:25:49 - Realmente é um tesão de conto.Um dos melhores já descritos aqui.Fiquei de pau duro o tempo inteiro,como se fosse um voyeur...

26/08/2016 17:18:49 - Que blza!!! cara 21cm de pika grossa e cabeçuda recheada de muito leite condensado é meu sonho de consumo.

24/08/2016 21:27:15 - Parabéns, lindo conto...Puta tesão!!!

20/08/2016 11:54:00 - NOSSA. DELIREI COM SEU FOTOGRAFO. QUERO UM ASSIM, ADORO SER FOTOGRAFADO E SE FOR UM MARCOS DESTES, MANDA PRA MIM OK? ABRAÇOS. TO MORRENDO DE VONTADE DE DA E MAMA BEM GOSTOSO. ABRAÇOS.

18/08/2016 21:07:02 - Sortudo... quero um Marcos kcetudo desse pra mim... tou faminto de leite de rola...

18/08/2016 18:37:25 - LINDO CONTO MUITO BEM ESCRITO MEUS PARABENS

18/08/2016 16:43:24 - Nossa,adorei ,fiquei imaginando a cena ,que tesão ,queria ser uma formiguinha pra estar lá e presenciar tudo .

18/08/2016 14:45:19 - adorei ver os pauzudos e de mas

18/08/2016 11:31:35 - MELHOR CONTO QUE EU LI NESSE SITE ATÉ HOJE, juro, se a noite estava só começando, conta mais rsrs

18/08/2016 11:30:29 - MELHOR CONTO QUE EU LI NESSE SITE ATÉ HOJE, juro, se a noite estava só começando, conta mais rsrs

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente