Já é assinante?
Esqueci a senha
 Contos Eróticos

Quer receber contos eróticos diariamente no seu email? É grátis!

Sexo Anonimo: O cara da fruta

Passei uma semana em outra capital, a trabalho. Cheguei no domingo a noite, peguei o carro alugado. Na segunda, pela manhã, transito parado na rodovia, passando devagar ao lado de um pequeno caminhão onde um cabra vendia fruta! Que frutas... e que cabra bonito! Aparentando uns 30 e poucos, corpo bacana... apreciei!

Ele viu que olhava, chegou perto e ofereceu frutas! Agradeci acenando com as mãos, meio sem graça pois estava de olhos fixos nele! A tarde, fiz um retorno para passar no mesmo local. Lá estava ele, mas como não havia transito, passei devagar e fui.

Na terça, transito parado e eu, involuntariamente fiquei a apreciar! Ele novamente ofereceu frutas, e também olhou ou era apenas minha imaginação! Passei o dia a pensar... numa vontade imensa! A tarde, passei olhando novamente, com o transito fluindo, e ele viu! Na quarta, apreciando novamente, ele foi mais rápido, chegou perto e me estendeu a caixa, me olhando também... disse que gostaria apenas de 2 mexiricas, para o dia... ele sorriu bonito e disse, leve de graça, mas passe com tempo para apreciar e escolher melhor!!... sorri, agradeci e peguei as frutas! Ai sim, o pensamento foi a mil!!

A tarde, passei, transito livre, banca vazia. Parei! Ele me atendeu muito bem. Conversava, mas não conseguia tirar o olho, e ele, muito solicito, insistia que levasse mais! Expliquei que estava a trabalho, hospedado num flat perto! Ele então, me chamou para atras do caminhão, disse, tenho algumas aqui que podem durar mais dias... e, em determinado momento, chegou bem perto, encheu a mão na calça e perguntou se não estava afim de outra fruta! Não resisti, levei a mão e ele segurou firme, apertando minha mão contra o membro durão... nem precisei responder com palavras... ele abriu a calça, tirou e falou, então pega, rapidinho!!..... ahhhh, pegar aquele membro duro me deixou doido!! Ele também levou a mão em meu pau e disse, também to afim! Mas logo guardou o dele!

Perguntei se seria possível nos encontrarmos a noite! Ele disse que sim, me deu um cartão de sua venda de fruta ee disse, me liga em uns 40 minutos, e foi atender a outro carro que parou. Entrei no carro e fui pro flat, doido de tesão!. Exatos 40 minutos liguei, ele atendeu, disse que estava fechando o caminhão, e que estacionaria duas ou três ruas atras do flat, e me encontraria numa lanchonete, lá perto!

Aguardei em frente, entramos, tomamos um lanche com alguma conversa pouca. Perguntei se iria ao flat, ele consentiu. Subimos, fechamos a porta e fui logo pegando nele, e ele em mim... ele perguntou, e estas nossas alianças? Respondi, esqueça as alianças... vamos fazer uma aliança nossa, temporária, agora. E fui abrindo seu zipper e ele espremendo meu pau com sua mão forte, os dois só gemiam, e fomos encostando dos rostos devagar, um no ombro do outro. Ele disse, preciso de um banho, no que eu respondi, fique a vontade que te acompanho.... ai pegou fogo!

Tiramos as roupas, jogamos de qualquer jeito...que corpo!!.. tronco forte e mais claro, braços, rosto e pernas queimados de sol, pelos fartos na medida, pau bonito, reto, reto e muito duro... liguei o chuveiro e já fui pegando o sabonete, e ele pegando em mim.. não sabia qual era a dele... mas falei, agora vai tudo... cheguei perto e tasquei um beijo, ao que ele correspondeu, me apertando muito contra seu corpo... afastei, passei sabonete na peito, barriga, no pau e fui ajoelhando... ele gemia muito... abocanhei e chupei gostoso, acariciando as coxas, o saco, sentindo ele se contorcer todo de prazer... de repente, ele empurrou minha cabeça dizendo que ia gozar... e gozou demais em minha cara, no peito, no ombro... agua caindo junto com aquele monte de porra, foi demais!!

Me puxou pra cima, me beijando cheio de porra e disse, quero igual, desceu e me chupou também, até que eu tomei o controle da punheta e gozei na cara dele também, muito, mas não tanto como ele... Foi gostoso demais!

Ficamos um tempo no banho, só de brincadeiras, poucas palavras, mas muito tesão!

Fui saindo, e ele saiu atras. Nos secamos, e ví que ele já estava querendo ficar meia bomba novamente!

Fomos pra cama, nos beijamos demorado... conversamos um pouco, e começamos a sacanagem novamente... chupar aquele homem foi demais... fizemos 69 gostoso... me virei pra ele, que me mordeu a bunda e me liguou com vontade, me fazendo revirar os olhos de tesão... e ele se virou pra eu chupar iguar... ah, lambi demais ele, rebolando e gemendo gostoso de tesão... chupei-lhe o saco pentelhudo de bruços e lambi mais.. peguei a camisinha, passei gel, e ele pediu que fosse devagar, e assim foi... até que ele se acostumou e rebolou muito, e pediu pra eu socar forte.

Assim fiz, até gozar muito novamente! Ele não se fez de rogado, e cumpriu também o seu papel... me ligou novamente, passando aquela barba por fazer em mim todinho, pos a camisinha, deitou sobre mim e me deu uma das varas mais gostossas que já levei... ele socava com vontade, me dando palmadas de leve e dizendo que há tempos não metia tão gostoso!!.

Olhem, quando acabou fiquei com gosto de quero mais! E teve mais, semanas depois quando voltei a cidade!

E se voltar de novo, já avisei a ele, que vou querer de novo!

Entre em contato com o autor: http://disponivel.com/ronafer@hotmail.com



COMPARTILHE ESSA HISTÓRIA COM SEUS AMIGOS

03/09/2016 16:01:04 - Que história bacana! Que vontade de algo assim.... isso é real? Fantastico demais. Real ou não, parabéns. Muito bem escrito!

26/08/2016 20:38:56 - Delícia de conto com dois safados gostosos, hehehe...

25/08/2016 18:38:15 - Que legal, fieram um troca,troca então, e bom pra quem curte, já eu sou só passivo, belo conto. ....

25/08/2016 17:39:48 - Cara, tu realizou um desejo que tenho: vendedor ambulante. Sou padre e tenho que me comportar e me segurar muito para não avançar num...

25/08/2016 09:55:35 - nossa adorei esse conto tambem ja tive vontade de dar cantadas nesses ambulantes de beira de estrada tem muitos caras lindo e gostosos

Deixe seu comentário, o autor do conto será avisado!
Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentários sobre o conto!

Seu email (não será divulgado)


Seu comentário

Aceito receber contos eróticos no meu email gratuitamente