Contos Eróticos

#SEXO ANONIMO Se com um homem é bom com dois é muito melhor

Me chamo Roberto, atualmente estou com 25 anos, 1,70 m de altura, 68kg, cabelos castanhos claros e olhos verdes.

Em meus contos anteriores relatei minhas aventuras com o Coronel sindico do prédio e o Sr. Hélio que atualmente é o subsíndico do prédio.

Como passei a viajar muito a trabalho, acabei me afastando dos dois, até que certo dia para minha surpresa eles apareceram em meu apartamento. É claro que imaginei qual era a intenção dos dois, haja visto que percebi o volume que o Coronel não tinha como esconder. Convidei-os para entrar, e o Coronel foi logo dizendo que estava na seca, já que a sua mulher não queria mais fazer sexo com ele, inclusive estava pensando em pedir a separação, enquanto o Sr. Hélio reclamava que fazer sexo com sua mulher era igual a meter numa boneca inflável não havia reação nenhuma.

Perguntei aos dois qual era a intenção deles e foram sem qualquer cerimonia dizendo que queriam reviver os bons momentos que tiveram comigo, a única coisa que exclamei foi: com os dois? Como não sou bobo e já tinha algum tempo que não transava, pensei dois paus devem ser melhores que um, concordei e pedi alguns minutos para tomar um banho e me preparar. Fui para o banho e foi só ligar o chuveiro para ver os dois espiando, não perdi tempo e os convidei para entrar, sorte que meu banheiro é grande.

Fiquei observando eles tirarem suas roupas e como falei no conto anterior o Coronel um senhor de 53 anos, 1,80 m, 90kg, com um tórax de tirar o fôlego, cabelos castanhos claros com fios brancos, olhos azuis um pau de 20cm e grosso, cabeçudo, veias bem saltadas, pelos pubianos aparados enquanto o Sr. Hélio um homem de 56 anos, 1,70 m, 90 kg, calvo, com cabelos brancos, uma barriga saliente e um pau de 16 cm, grosso, retinho e peludo.

O primeiro a entrar no box foi o Coronel com seu pau quase estourando de tão duro, não perdi tempo e abocanhei com uma vontade que a muito não sentia, em seguida foi a vez do Sr. Hélio, como sempre um pouco tímido com o pau a meio mastro. Continuei mamando o pau do Coronel, e segurando o do seu Hélio que começou a endurecer. Não demorou muito para que o Coronel gozasse na minha boca e após beber todinho seu esperma quentinho e espesso, foi a vez do seu Hélio que de tanto tesão rapidamente me brindou com seu esperma e engraçado meio adocicado. Enquanto mamava o seu Hélio é claro que o Coronel já estava bolinando meu cuzinho, primeiro com um dedo, depois dois e claro que também esfregava a cabeça do pau no meu anelzinho.

Depois do banho mal tomado, fomos para meu quarto e ai começaram a discutir quem ia meter primeiro, ensaiaram um par ou ímpar, mas o seu Hélio se impôs e seria o primeiro com a seguinte condição, tinha que usar preservativo, que concordou prontamente.

Que sensação maravilhosa, dois homens de pau duro na sua cama discutindo quem ia meter primeiro. Bom me posicionei de quatro com o seu Hélio se preparando para introduzir seu pau no meu cu, enquanto o Coronel queria que eu o mamasse. A primeira estocado do seu Hélio, doeu pra caramba, quase mordi o pau do Coronel, após me penetrar ele não perdeu tempo e começou as estocadas, tirava totalmente e depois introduzia de uma vez, me dando aquele sentimento de estar lhe dando muito prazer. Já o Coronel se segurou para não encher minha garganta novamente com seu esperma.

Depois de um certo tempo comecei a sentir o pau enrijecer no meu cu dando a noção que o momento de gozar estava chegando, urrou e encheu a camisinha de porra. Tirou de dentro e pediu para que eu tirasse a camisinha e limpasse seu pau, o atendi prontamente.

Chegou a vez do Coronel, completar o serviço, como já estava com o cu arrombado não foi difícil para ele meter seu pau com facilidade, o único problema era o comprimento, afinal tinha 4 cm a mais que o do seu Hélio, e ele demorava mais para gozar, tirava e metia com tudo provocando em mim suspiros de prazer e dor, e com a pica do seu Hélio totalmente atolada na minha boca, que mal deixava eu respirar, depois de certo tempo me colocou na posição de frango assado e metia com volúpia, e eu ainda com a outra pica na boca, depois pediu para que eu o cavalgasse, uma loucura total, voltou a me colocar de quatro e começou o entra e sai rapidamente anunciando que ia gozar.

O mais gostoso foi o seguinte, os dois gozaram quase que ao mesmo tempo, sendo que o puto do Coronel, não pôs a camisinha e inundou meu cu com seu esperma, enquanto que o Sr. Hélio enchia a minha boca novamente. Essa foda foi tão intensa que os dois deitaram na minha cama completamente extenuados e é claro que eu fiquei no meio dos meus dois homens com seus paus em stand-by e oferecidos para sexo oral. Adoro fazer sexo oral com pau mole que cabe totalmente na boca e a medida que vai enrijecendo vai escapando da boca.

Depois que se recuperaram ainda queriam mais, só não concordei em levar duas rolas no cu ao mesmo tempo. Fui novamente penetrado pelo seu Hélio, que usou camisinha, já que meu cu estava cheio da porra e é claro levei outra gozada na boca do Coronel.

Após três horas e meia os dois satisfeitos, eles foram embora com a promessa que repetiríamos a sessão. Já para mim sobrou dor na boca de tanto mamar o pau dos dois, e com gosto de porra, o cu ardendo de tanto levar rola e é claro, com porra escorrendo, mas completamente realizado pois nunca havia ficado com dois homens ao mesmo tempo.

Vocês acreditam que o seu Hélio está aqui no meu apartamento neste momento e mostrei este relato e ele falou que eu deveria medir o pau dele pois não tem 16 cm mas sim 17cm, infelizmente não está sendo possível medir pois estou sentado no colo dele na frente do notebook com a rola dele totalmente no meu cu, que delícia.

Gostaria de enviar o seu conto? Clique aqui!

Mais de #SEXO ANONIMO
- Dando o cu depois de casado
- Trepando com o caminhoneiro casado
- O pedreiro
- Ex-presidiário falou que eu ia chorar na rola imensa dele
- Fui menina pra ele
- Comi o filho da faxineira
- Ex-funcionário do meu pai me fez feliz pela primeira vez
- Exame de próstata com final feliz
- O velho da construção
- Padre ajoelhou, rezou e chupou

COMENTÁRIOS DE QUEM LEU!

Gostou? Deixe seu comentário

Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentário sobre o conto!