Contos Eróticos

#FAMILIA Meu Tio Perdeu as Pregas do Cu

Meu nome é Thierry e venho contar pra vocês como eu tive a minha primeira experiência sexual com um membro da minha família.

Eu tenho 25 anos, e há uns meses atrás um tio, meu que mais se parece um primo veio nos visitar vindo do Rio de Janeiro. Como é de praxe, acabei cedendo o meu quarto pra que ele se sentisse mais a vontade. Com um colchão do lado da cama, conversávamos á noite toda, principalmente sobre putaria. Eu, particularmente gosto de comer uma buceta de vez em quando, mas não abro mão jamais de socar a pica num cu de macho, ainda mais se for um cara mais velho.

Meu tio Amaury tem 45 anos, mas tem aparência de garotão, por isso que brinco o chamando de primo. Ele é um cara super vaidoso, corpo bem modelado e o que chama mais atenção ainda é a bunda gostosa do coroa. Saímos num rolê para tomar uma cerveja no centro e passamos em frente a Vieira de Carvalho. Percebi que ele ficou curioso e quis conhecer o lugar. Falei como se não soubesse da fama daquela avenida e disse que ali era um reduto gay. Na família sempre se especulou que o meu tio era gay, mas ninguém nunca falou abertamente sobre o assunto e nem ele.

Paramos no Soda Pop e tomamos uma cerveja na calçada. Logo o meu tio chamou a atenção da galera ao redor. Confesso que me bateu um ciúmes de ver o coroa sendo paquerado pelos gaviões, mas não podia dar bandeira de que também tava sentindo tesão pelo meu tio. Depois desse rolê, chegamos em casa e fui tomar banho, entrei no quarto pelado e para minha surpresa, meu tio tava só de cueca e toalha na mão. Fiquei de pau duro na hora quando vi o quanto ele era bonito de corpo.

Como o clima tava quente, mesmo de banho tomado, o calor continuava infernal. Tirei a cueca e fiquei pelado embaixo das cobertas. Meu tio achando que eu já estava dormindo, deixou cair a toalha, e tive uma visão do paraíso, vi aquela bunda sarada e convidativa a poucos metros da minha língua. Fiquei de pau duro outra vez.

No dia seguinte meu tio falou que ia se encontrar com um amigo de infância que ele tinha e que havia marcado de se ver. No final de semana meus pais tinham uma viagem marcada para o interior de São Paulo e me deixaram com a responsa de ser o anfitrião do meu dia durante três dias. Vi que além da amizade, devia ter rolado algo entre eles. Falei que se ele quisesse podia chamar o amigo dele, pois no fim de semana eu também ia sair. Ele aceitou. Como eu estava curioso, armei tudo para descobrir.

Na sexta-feira á noite o amigo dele chegou como combinado, eu fingi que ia sair, mas me escondi no quarto dos meus pais. Os dois estavam na sala, em poucos segundos o amigo do meu tio, um outro coroa também muito gostoso, começou a chupar o pau dele, eu estava ali de voyeur, me acabando na punheta. Meu tio, também chupou o pau do outro coroa e foi descendo até chegar nas bolas. Ele virou o seu amigo de costas e caiu de boca no cuzão dele.

A visão era sensacional, dois coroas gostosos se pegando. A coisa começou a esquentar quando meu tio colocou seu amigo de quatro e fodeu a bunda dele. Meu tio tem uma pica de respeito e o coroa engoliu a pica só deixando de fora o culhão. Entre gemidos de prazer e dor, ouço um barulho que me pareceu ter sido um peido. Quando eu tentei me aproximar um pouco mais, ouvi outra vez. Realmente era o que eu imaginava, meu tio socou a pica tão forte no cu do seu amigo que lhe arrancou uns peidos. Os dois gozaram e foram tomar banho.

Eu corri pra me esconder no quarto de novo. Por volta de 1h da manhã, ouço gemidos vindo do meu quarto. Saí na pontinha do pé pra bisbilhotar. Quando vejo meu tio chupando o pau do seu amigo e o coroa chupando o seu cu, os dois estavam num 69 frenético. Paulão, amigo do meu tio falou que queria foder seu cu. A resposta foi surpreendente. Meu tio falou que nunca tinha dado o cu, mas que estava disposto a dar pra ele como sempre sonhou. Meu pau foi no teto e voltou de tanto tesão. Paulão caprichou no cunete, deixando meu tio com mais vontade ainda de ser enrabado.

Meu tio passou lubrificante no cu e no pau do seu amigo e foi sentando. Paulão também tinha uma pica bem grande e grossa, ia arrombar o cu do coroa logo na primeira vez. Entre muitas tentativas e gritos de dor, a cabeça rompeu o lacre inicial e entrou no cu do meu tio que continuou gemendo. Ouvi o Paulão falando pro meu tio fazer força como se fosse cagar, assim o buraco do cu se abriria com mais facilidade. Meu tio deve ter ouvido o conselho ao pé da letra que acabou cagando literalmente no pau do Paulão. Vi ele indo pro banheiro com a camisinha toda suja de merda e seu amigo chamando para continuar. Paulão dessa vez colocou ele de 4 e empurrou a madeira no cu do meu tio.

Eu não resisti e comecei a filmar a trepada dos dois. Meu tio já tava aguentando a vara do seu amigo no cu sem muita resistência, tanto que começou a pedir mais rola. Meu tio tava se saindo uma verdadeira puta, que até rebolava na pica para agasalhar tudo no cu.

Paulão tirou a rola pra ver o estrago que havia feito no cu do meu tio, não dava pra ver com precisão a cratera que deve ter ficado, mas eu ouvia muitos peidos que o safado soltava. O meu tio viado estava tão descabaçado que ao vê-lo peidando, enfiou a pica de novo no cu dele falando que queria lhe arrancar bosta outra vez. Os dois estavam numa vibe tão louca que mesmo que eu aparecesse na frente deles não parariam de transar.

Paulo muito excitado falou para o meu tio: " Amaury seu filho da puta, tu tá peidando no pau do teu macho. Eu fui o primeiro a arrebentar as tuas pregas, de hoje em diante você aguenta qualquer pica no cu depois de ter iniciado com 20cm." Não demorou muito e os dois começaram a gozar simultaneamente e um cheiro de merda invadiu o quarto outra vez.

Na manhã seguinte eu fingi que tava chegando em casa, e os dois estavam acordados tomando café como se nada tivesse acontecido.

No sábado á noite flagrei de propósito meu tio dando a bunda pra Paulão, mas aí já é caso para um outro futuro relato.

Gostaria de enviar o seu conto? Clique aqui!

Mais de #FAMILIA
- O dia que comi meu sobrinho
- Fio terra do meu pai
- Amor erótico de mãe
- Fui visitar meu tio casado e acabei dando para ele
- Fui fêmea do meu pai
- Passei a piroca no meu enteado
- Meu primo me fodeu a força
- O marido da minha mãe me fez ser seu putinho
- Estuprado pelo meu tio
- Meu tio me fez boneca

COMENTÁRIOS DE QUEM LEU!

Gostou? Deixe seu comentário

Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentário sobre o conto!