Contos Eróticos

#ENTRE AMIGOS Ação entre amigos

Sempre tive vontade de brincar á 3. Mas nunca houve oportunidade e a falta de coragem era enorme também. Estado civil, e outras peças mal encaixadas no pensamento também traziam grande barreira! Mas o pensamento era recorrente!

Tenho um amigo, o Souza. Também casado e sério, temos uma amizade bacana! O Souza eu já conheço há algum tempo. Saímos com alguma frequência e rola tudo muito bom.

Ambos casados, eu já aos 50, 1,70m de altura e 76 kilos, com uma barriguinha, branco, grisalho no cabelo e barba, alguns pelos no peito e barriga, com 17 cm. O Souza aos 40, corpo muito mais em dia, braços fortes, peitoral trabalhado, 1,78m com seus 82 kg, e uns 19cm. Ele mais ativo, mas rolava tudo legal. Nossa pegada era boa demais, de deixar saudade e aquele "quero mais", sempre!

As vezes falávamos de outras experiências. Eu sempre tive curiosidade, vontade mesmo, de ter um tempero mais forte, com um terceiro na jogada! Com algum medo de sobrar na brincadeira, mas grande vontade de ver ele pegando outro cara, e pegar junto!

Vez por outra ele mencionava outro amigo casado, o Ramiro, belo cinquentão, de outra cidade, que curtiam sempre que estava por aqui! Quando falava sempre aumentava a vontade, e tinha alguns ciúmes também, não posso negar!

Acabei por me conectar ao Ramiro pelas redes sociais e por fim, trocar numero de telefone. Algumas mensagens, mas nada mais próximo. Pelo pouco que via, ficava a imaginar o resto do todo, parecia bom demais! Meu amigo é um cara sério, sisudo e discreto, mas ao falar, notava que a coisa entre eles pegava um fogo gostoso também!

De tanto falar, veio a oportunidade. Ramiro viria, e combinaríamos. Chegou o dia. O encontro ficou marcado para um fim de tarde. Fui ao local e ambos já estavam, papeavam descontraídos, tomando chopp. Ao chegar, me senti um pouco constrangido, mas cheio de tanto tesão, que receava transparecer nas calças.

O Souza disse que não poderia ficar, e veio só mesmo para o chopp e a apresentação física! Eu, sem muita habilidade, e sem conhecer o Ramiro, lamentei, mas disse que também só passei, e acompanharia o Souza! - mas estava louco pra ficar, e rolar!

Tomamos chopp, falando de amenidades, mas já rolando olhares de aprovação e tesão, como já imaginava que seria! Meu medo era real, mas a expectativa era gigante, de brincar com aqueles dois Cabras juntos, com cara de safados ao máximo! O Ramiro é cinquentão como eu, pele morena, barba cerrada, corpo bem cuidado, da estatura do Souza, mais corpulento e tão gostoso quanto! O Ramiro, insistiu que deveríamos subir ao hotel, para um jogo rápido! O Souza topou, se fosse rápido, e eu exultei!...rs! Tomamos ainda uma caninha e fiquei meio tonto, e fomos!

Subimos e entramos no quarto! Fiquei meio estático, sem saber o que fazer. O Souza na dele, sempre sério, mais calado. O Ramiro foi quebrando o gelo, colocando carteira e chaves a mesa, fechando as cortinas e perguntando se queríamos uma cerveja ou algo. Estava ao lado do Souza, e respondi que não. O Souza só balançou a cabeça. O Ramiro veio a nossa frente, chegou bem perto e arrebentou o bloco de gelo, enchendo a mão em mim e no Souza, que eu já havia notado pelo volume da calça, que estava tão durão quanto eu!

Ah, nesta hora eu só soltei um gemido surdo, e enchi a mão no Ramiro, que, lógico, estava pulsando de duro, e pensei: "agora já era"! A coisa foi rolando, com um sincronismo de mãos, bocas, camisas se abrindo, corpos se movendo, beijos em um, em outro, caricias... minha cabeça parece que girava o tempo todo, o prazer era insano!

Trocávamos carícias no rosto, no peito, beijava um, beijava outro, o Souza tomou a iniciativa, se colocando atrás de mim, a me encoxar, e o Ramiro se esfregando a minha frente, me beijou gostosamente naquele sanduíche, eu no meio, e os dois se acariciando e se beijavam também por sobre meu ombro, eu a sentir o Souza atrás e o Ramiro a frente, os três colados. O Ramiro percebeu algo em meu bolso, enfiou a mão e achou pacotes de gel e camisinhas, lambeu meu rosto e orelha safadamente, levantou a camisinha e disse: "nosso amigo também veio preparado!", largando tudo ao chão.

Começamos a nos livrar das roupas, o Ramiro foi subindo a camiseta do Souza, que tirou e jogou de lado, eu já abria a calça do Ramiro e o Souza e me encoxar por trás, foi abrindo minhas calças. Passei aos botões da camisa do Ramiro, que me beijava um pouco afastado pra me dar espaço, abrindo também meus botões. Nos livramos das camisas, voltando ao alinhamento inicial e, ambos com as calças abertas nos esfregamos, enquanto notava que o Souza já tirava seu pau pra me encoxar atrás!

Me sentia meio fora do padrão deles, com os corpos trabalhados, e eu de barriguinha protuberante. Mas o Ramiro disse que eu era gostoso, e fiquei mais à vontade..rsrs. O Souza baixou minha calça e encoxava por trás, me espremendo contra o Ramiro, que por sua vez me espremia de volta querendo abraçar a ambos num só abraço! Ficamos assim, a esfregar, fazendo sanduíche, quando Ramiro sentou a cama, arriou minhas calças e cueca, e caiu de boca em meu pau. O tesão era tanto que, quando percebi, o Souza já estava ao meu lado, com as calças também arriadas, ambos disputando a barba e a boca do Ramiro faminto, louco por rolas!

Instintivamente, fui me virando e abaixando, competindo com o Ramiro na rola do Souza, abaixei, tirei seu tênis e o ajudei a se livrar das meias e calças, enquanto o Ramiro seguia chupando o Souza. Eles foram se ajeitando na chupada, enquanto tirei sapatos e meias, calça e cueca do Ramiro, jogando de lado, e apreciando aquele corpo nu, pinto muito duro, a se estender na cama, chupando o Souza de joelhos abertos sobre seu peito, já estendido na cama!

Nessa hora, minha melhor posição era chupar o Ramiro deitado, que chupava o Souza, os três com o pau tinindo de tesão. Fui chupando o Ramiro, o Souza se colocando ao lado, e preparando uma posição de 69, até o Ramiro ficar entre minha pica e a do Souza, alternado as chupadas e caricias!

De repente, Ramiro se levantou, beijando Souza, e ambos foram se chegando a mim, para a minha vez de alterar as caricias e chupadas em duas rolas. Eu deitado, eles ajoelhados, cada um de um lado, se beijavam enquanto eu brincava com as rolas, chupando, acariciando, lambendo as bolas, os pelos. Chupava um e outro, e eles se pegavam, o Souza alternava coma as mãos, entre a bunda do Ramiro e minha barba, enquanto o Ramiro garantia bater a rola dura, hora em minha cara, hora na rola do Souza, era uma coisa muita doida, um prazer antes impensável por mim! Eu olhava pra cima, via aqueles corpos másculos se encontrando, os sacos, os paus duros, pelos, pele, as carícias trocadas de ambos!

Resolvi também ficar de joelhos, e ficamos os 3 assim, paus duros, um acariciando o outro, beijava um, outro, se beijavam, Souza também desceu e se mostrou apto a chupar uma, acariciando a outra, alternando e chupando, tentou até lamber e chupar a minha e do Ramiro juntas! Nesta hora, eu queria tudo! O Ramiro também desceu, e ficaram ambos a me chupar e brincar com meu pau durão. Eu olhava, eles foram se chegando, um acariciando o outro e me chupando, e eu batia o pau duro, quase a gozar, em um e outro.

Ramiro então foi ao chão, pegou gel e camisinhas, foi abrindo e falando: "quem se habilita?". Sem perguntar peguei tudo, abri primeiro o gel, e lambuzei meu pau enquanto eles se pegavam, abri então a camisinha e fui ao pau do Souza, que tomou de conta e colocou. O Ramiro então foi virando o traseiro para o Souza e me abocanhando. Passei então o gel ao Souza, que passou na bunda do Ramiro, já de 4 e me chupando!. Eu segurava a cabeça do Ramiro, impondo a chupada sem forçar, enquanto o Souza se vestiu de camisinha, lambuzou o pau encapado de gel, e foi pegando e entrando no Ramiro, ele segurava as ancas do Ramiro e se entendia pra me beijar, e eu, fraco que sou, quase a gozar, controlava a chupada do Ramiro. Brincamos assim um tempo, o Souza a bombar no rabo do Ramiro, de quatro, e eu a segurar a cabeça, acariciando sua barba, sentindo sua chupada e louco, louco pra gozar, rápido que sou!

Ramiro foi se levantando, se apoiando em mim, e o Souza sem tirar a rola, foi se ajeitando. Desta vez, o recheio do sanduíche era o Ramiro, que me beijou, apertando minha bunda, ralando seu pau no meu! Virou, beijou o Souza que continuava encaixado nele, e voltou a mim dizendo que era a minha vez.

Entendi a ordem, e queria também. Fui descendo, lambendo o Ramiro e ficando de 4. Ficou então, eu de 4 a chupar o Ramiro, e o Souza ainda enrabando ele. Ele se livrou do Souza, que tirou a camisinha e já pegou outra. Eu fui me ajeitando de 4, de modo a continuar na chupada a rola grande e gostosa do Ramiro, enquanto o Souza tirou a camisinha, pôs outra, encheu minha bunda de gel e veio entrando, neste entremeio eu chupava sem parar o Ramiro, e via eles se pegando e se beijando, com força e com vontade!!

Fiquei eu então de 4, a chupar gostosamente o Ramiro, e Souza se chegando atrás, entrando aos poucos e metendo gostoso. Chupei e dei muito, muito gostoso nesta hora, principalmente porque via que o Souza estava com muito tesão, gostando muito, e também o Ramiro! Eles se beijavam e trocavam carícias acima de mim, enquanto eu, de 4, dava pra um e chupava o outro, meu pau trincando de tesão!

Ramiro propôs a virada, pegou uma camisinha e se vestiu. Souza então tirou a camisinha, me virando pra chupar. Assim, virei e comecei então o processo de chupar o Souza, enquanto Ramiro se vestiu de camisinha, gel e pegou também! Me senti sim, numa situação constrangedora, mas boa, boa demais! Brincamos assim um tempo.

Eu, meio tonto de tesão e álcool, e louco de tesão, propus então parar um pouco: "e, que tal, um banho a três" - sou fraco e precisava gozar, mas ambos pareciam insaciáveis. Ambos toparam! Souza tirou a camisinha, recolhemos o que tinha ao chão, e nos dirigimos a ducha. Entramos na ducha, os três de pau rachando de duros. Fizemos então várias posições de meio, frente, trocando, a cada hora um ao meio, ao centro e atrás, sem penetração, mas com muito sabão, beijos e punhetas um ao outro, fora que alternávamos a abaixar e chupar. Dois chupando um, um chupando dois e por ai foi. Também trocando posições de sanduíche. Meu saco já doía de tesão quando anunciei que queria gozar "aqui, agora!".

Instintivamente, fizemos um triangulo, cada um com o braço e mão esquerda no corpo do outro, e a direita a comandar a punheta. Eu fui o primeiro que soltei o jato de gozo, espalhando porra na rola dos dois. Ambos continuaram nas punhetas. O Souza lambuzou a mão com minha porra, e trouxe ao meu rosto e lambuzou. Ramiro foi soltando o gozo e beijando a boca do Souza que nesta hora, soltou também um monte de porra respirando cachorrinho, os três gozamos demais naquele banho!

Ficamos zonzos e moles, a banhar, disputar o espaço, a ducha, o sabão, espuma e carícias trocadas. Eu e o Ramiro soltávamos expressões como "que delícia", "safado", "tesão gostoso", "quero de novo". O Souza, mais calado, se limitava a se banhar e, vez por outra, corresponder aos beijos e carícias de um e de outro!

Souza saiu primeiro do banho e foi se secando. Fiquei com o Ramiro, troquei ainda uns beijos, carícias e chupadas, moles ambos, mas querendo mais! Saímos, usei a toalha do Souza que já havia deixado o banheiro. Ramiro foi se secando, e ficamos a falar sacanagem. Voltamos a cama, onde o Souza estava sentado. Olhei para o Ramiro e, num entendimento tácito, levamos o Souza pelo ombro a se deitar no meio, ficando eu a esquerda e Ramiro a direita! Os três mudos por um tempo, deitados barriga pra cima, lado a lado. Ficamos assim até que eu, ficando de lado, bulinando alternadamente o Souza e o Ramiro, disse que precisava ir embora!

O Souza concordou, e Ramiro Lamentou. Brincamos mais um pouco, beijando, roçando, trocando chupadas e carícias, brincando geral, até decidirmos finalmente ir! Assim fizemos, recolhendo as roupas jogadas e voltando a falar de amenidades! Nos recompomos, colocando as roupas. Me despedi do Ramiro com um beijo de língua, longo e prazeroso. Mas nada comparado a despedida e beijo do Ramiro e Souza! De novo, tive ciúmes, e saímos.

Na volta pra casa, dando carona ao Souza, pouco falamos. Mas falamos do tesão, da gozada e safadeza do trio! Inegavelmente, todos gozaram gostoso demais!

Depois? Continuamos, eu e o Souza. O Ramiro ficou algum tempo por aqui, e trocamos msgs ainda, desta vez num grupo dos 3. E tem mais pra contar, mas deixo pra outro dia, e pra quem se interessar.

Entre em contato com o autor em: https://disponivel.uol.com.br/ksadoquerendo

Gostaria de enviar o seu conto? Clique aqui!

Mais de #ENTRE AMIGOS
- Comecei novinho
- Aprendi novinho a gostar da coisa
- O Namorado da minha Filha
- Aniversário do Vovô
- Meu marido deu a bunda
- O amigo mentiu e me comeu
- Surpresa com o pai do colega
- Tinha de ser fêmea
- Comi meu vizinho casado
- Fomos fuder a travesti e acabei lascando o cu do meu amigo

COMENTÁRIOS DE QUEM LEU!

Gostou? Deixe seu comentário

Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentário sobre o conto!