Contos Eróticos

#ENTRE AMIGOS Fiz o empresário de cachorrinha

Me chamo Charles Henrique (Charlão Mozão para os íntimos), tenho 1,88 de altura, 105 kg bem distribuídos graças à academia e ao skate, sou branco e tenho um instrumento legal de mais ou menos 21/22 cm (dizem ser muito grosso) mas não nunca precisei medir.

Enfim, estava lendo uns contos e resolvi contar uma parada recente que aconteceu comigo. Estava em casa e um amigo (Renato) de longa data (puto pra porra!) me ligou e já disse: Mozão tu vai fazer o que hoje? Sabadão irmão, Falei ué, tava esperando um casal me ligar, mas não é nada certeza, fala logo o que tu quer pow! Se for rola, cola aqui em casa logo ué.

Aí ele me disse que havia uma festa numa chácara e queria que eu fosse, eu falei que estava dentro. Ele: A festa seria boa, a chácara havia sido alugada por um outro empresário daqui de Goiânia e fiquei sabendo depois a maioria dos convidados eram empresários, enfim tudo "refinado" e eles só bebericando whisky. Falei que como não sabia onde era perguntei se ele e o marido poderiam me buscar e a resposta foi um enorme "É lógico que sim".

Como ele não falou o tipo de roupa eu fui de camiseta polo, bermudão surfista e tênis. Puta merda, nunca me senti tão deslocado num mesmo lugar. Todos com terno e eu de bermudão. Porém como não tenho muito filtro pra essas paradas apertei o botão do FODA-SE e já chegaram com um whisky pra mim. O garçom estava peladão e só de avental.

Falei: Mano faz um favor e traz uma breja que pra mim cai melhor, ele sorriu e trouxe um combo. Aí eu me soltei e comecei a reparar nos outros convidados e eles estavam me comendo com os olhos. Daí comecei a dançar (cerveja tava no sangue já) e todos sentados de perninha cruzada com a boca no copo e me olhando, o Renato pega de leve no meu ombro e diz que o dono da chácara queria me conhecer pra eu ir lá. Dei uma risada e falei: se ele quiser me conhecer fala pra esse tio vir aqui porquê tá bom demais.

Daí um pouco depois o Renato vem e me apresenta a um cara de uns 40 anos de terno, ele me puxou pelo braço delicadamente e ví uma aliança enorme na mão esquerda. Fomos andando até que ele me levou pra perto da piscina e disse: Quanto é o teu programa? Não demonstrei nada, só falei: deixa eu te falar ô putinho, tu tem grana e o caralho e é casado. Não é por isso que sou garoto de programa, aprende a falar com macho seu pau no cu.

Sei que meu sangue ferveu e não ví a hora que meti a mão no peito dele e ele deu o primeiro mergulho da noite de terno. Kkkkkkkkk aquilo foi muito bom, virei as costas e já peguei o celular pra chamar um Uber quando escuto ele falar no meu ouvido: Cara já ouvi falar muito de você e queria ver você com raiva pra ver se era mesmo o que falaram. Eu pedi ao Renato pra te convidar. Falei: Mano tu não tinha um outro jeito de chegar não pow? Daí ele chegou perto colocou a mão dentro da minha camisa e me deu um beijo na boca e disse no meu ouvido: Charlão Mozão, me ensina a ser cachorrinha?

Como estava a muito tempo sem sem nada, tava muuuuuuito na seca, aí aquele pedido caiu como uma luva. Nisso os outros convidados todos estavam em pé, observando a cena e vendo onde iria terminar.

Peguei ele pela nuca e aproximei ele de um muro de mais ou menos 1,50 cm de altura cheio de planta e falei: tá bom, já que pediu da maneira certa (Renato já tinha dito pra ele) abaixa e tira minha bermuda, ai ele me disse que na frente dos outros não. Deu um tapa na cara e ele se abaixou, ajoelhou e tirou a bermuda, começou a lamber minha rola que já tava duraça (a seca é foda) na sunga, falei agora tira e engole toda. Com medo de outro tapa ele mamou ali mesmo acho que por uns 15 min.

Daí falei bem alto: "PUTA QUE PARIU, VOU GOZAR!" e empurrei o meu caceta boca adentro pra ele não desperdiçar, e quando ele fez que ia cuspir, dei outro tapa e falei: Tu não queria ser cachorrinha do Charlão então bebe o leite do teu cachorrão seu arrombado. Ele engoliu e continuou a chupar, joguei ele pro lado e falei: fica aí que eu vou dar uma nadada e já volto pra te comer e ele ficou do jeito que tava ajoelhado.

Tirei a camisa, já que todos tinham visto a cena, eu fui pelado pra piscina e pedi pro garçom que me atendeu pra trazer uma outra cerveja pra mim (piscina com água quente é foda rsrs) e quando eu vejo já havia até gente dentro da piscina puxando papo e tal, mas fiquei na minha tomei minha cerveja e deu aquela vontade de mijar, fui lá no meu puto e disse mama que eu quero mijar e é pra engolir seu corno!.

Ele bebeu tudo e ouví até alguém aplaudindo. Voltei pra piscina e o garçom pediu pra eu escolher a cerveja. Chegou lá ele já mais do que direto pegou no meu pau e começou a me punhetar. Falei filhão abaixa logo e chupa. Ele chupou e o anfitrião deu um toque nele e como meu pau tava trincando voltei pra minha cachorrinha, levantei ele e falei: tira a calça e ele falou: aqui? Outro tapa ecoou. Abaixou a calça e dei uma olhada e caí de boca naquele rabo de macho, porra que rabo gostoso durinho e depilado e um cu que minha língua não passava.

Tava pra gozar já e comecei a lamber suas costas, orelha e falei: abre o rabo e eu cuspi no cacete e fui pincelando só a cabeça, ele vira e fala: vai devagar Charlão Mozão. Dei mais uma lambida no cuzinho e dei vários tapas na bunda dele e beijava e colocava um dedo, outro tapa e outro dedo, até que entrou 4 dedos.

Pincelei e perguntei: O que tu falou que queria que eu te ensinasse? Ele: Me ensina a ser cachorrinha? Meti até o talo e ele soltou um misto de grito de dor e prazer, só que depois ele me disse que já tinha gozado três vezes.

Fiquei fodendo devagarinho, tirava todo e dava pra ele lamber e metia todo de uma vez. Foi em pé, foi de frango assado, foi de lado e ele reclamando que a grama tava "queimando" ele e eu disse: FODA-SE. Quando tava quase tirando pra gozar na boca dele ele vira e fala: enche o cu da tua cachorrinha de leite por favor. Levou outro tapa na cara e uma gozada como eu nunca havia dado na vida, tirei a porra (um pouco só né!?) e passei na cara dele e falei: tu vai andar nessa festa só com a parte de cima e vai ficar só do meu lado e me servir.

O bom é que quando eu queria ir no banheiro eu chamava ele e ele bebia meu mijo e não é que gostou? Sei que essa festa começou as 23:00 e acabou no outro dia as 18:00, dormimos no mesmo quarto, ele como boa cachorrinha dormiu no carpete com o cu escorrendo leite de macho.

No sábado foi o garçom, o Renato e alguns dos outros que estavam engravatados. Depois eu digo como foi.

Entre em contato com o autor em: https://disponivel.uol.com.br/CHMmozao

Gostaria de enviar o seu conto? Clique aqui!

Mais de #ENTRE AMIGOS
- Comecei novinho
- Aprendi novinho a gostar da coisa
- O Namorado da minha Filha
- Aniversário do Vovô
- Meu marido deu a bunda
- O amigo mentiu e me comeu
- Surpresa com o pai do colega
- Tinha de ser fêmea
- Comi meu vizinho casado
- Fomos fuder a travesti e acabei lascando o cu do meu amigo

COMENTÁRIOS DE QUEM LEU!

Gostou? Deixe seu comentário

Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentário sobre o conto!