Contos Eróticos

#OUTROS Mamei meu pedreiro

O piso da minha casa estava se soltando e contratei um mestre de obras para fazer o serviço. Ele veio com um ajudante muito gostoso, negro , sarado, mas fiquei na minha. Tive receio de comprometer o serviço. Dias depois vieram mais dois. Dentre eles um moreno do sorriso bonito, boa praça e muito gostoso.

Ele gostava de conversar e foi sacando que eu gostava de homens. Aos poucos foi se soltando e sempre dava um jeito de conversar a sós comigo, e acabou revelando que gostava de homens também. Bati muita punheta pensando nele. Até que chegou o fim da obra, mas ficou faltando alguns acabamentos e o Moreno veio terminar.

Pensei: hoje é a minha chance. Quando ele começou a falar de um caso dele eu fui bem direto. Cara porque você fica contando essas coisas? Eu fico cheio de tesão. E ele desconversou.

Na parede da minha sala tem uma foto minha e ele disse que eu tinha uma boca muito tesuda. Olha só como eu fiquei, dai mostrou uma foto da sua cueca com o pau duro. E eu disse quero ver ao vivo, levei ele para um dos quartos, serio eu desci a sua calça e caí de boca. Depois subi e beijei sua boca. Que rola gostosa, mas aí ele disse que tinha muito serviço a fazer, e guardou o pau. Fiquei louco!

Mas aceitei, ele passou o dia como se nada tivesse acontecido. Eu já tinha me dado por satisfeito, achando que não iria rolar mis nada.

Ao fim do dia ele trocou de roupa e se arrumou pra sair, então foi ao meu banheiro um dos locais onde trocaram o piso e me disse, ficou faltando um serviço aqui. Fui olhar.

Encontrei ele segurando o pau duro sob a calça, fui logo me abaixando e caí de boca. Arriei suas calças e cueca e me pus a chupar, seu pau, suas bolas tudo. Tirei minha bermuda e esfreguei nossos paus, fui metendo as mãos por dentro da sua camisa, mas ele me impediu. Voltei a lhe chupar o pau. Ele segurou minha cabeça e começou a foder minha garganta. Cheguei a perder o fôlego algumas vezes.

Comecei a punhetar a mim também enquanto intensifiquei a chupada até ele gozar na minha boca. Engoli todo o seu leite. Aí ele vestiu a roupa e foi embora. Ainda guardo na memória o gosto da sua rola e porra, sonhado com o dia de repetir a dose.

Gostaria de enviar o seu conto? Clique aqui!

Mais de #OUTROS
- Depilação com meu filho
- Dando pra dois irmãos
- Enfim transei com meu irmão
- Amigo do meu irmão
- O adolescente pauzudo
- Fui fazer exame admissional e comi o médico
- Pedi açúcar a meu vizinha e ele me deu piroca
- Meu amigo Padre Pauzudo
- Transando com o Pastor da Igreja
- Meu vizinho cara de mau

COMENTÁRIOS DE QUEM LEU!

Gostou? Deixe seu comentário

Não é permitido informar telefone, email ou outras formas de contato. Apenas para fazer comentário sobre o conto!